Campomaior Bxl

Campomaior Bxl

AccueilAccueil  CalendrierCalendrier  GalerieGalerie  FAQFAQ  RechercherRechercher  S'enregistrerS'enregistrer  MembresMembres  GroupesGroupes  ConnexionConnexion  
Scc Mini :
4/09/2015 2000 MOLE TAC TIC MOLENB CAMPOMAIOR BXL
SCC Senior : 06/09-15h- Matkopen - SCC
Derniers sujets
» Saison '15-'16
Lun 14 Sep 2015 - 20:41 par Raf

» D1 : ca se précise...
Lun 11 Mai 2015 - 14:15 par Alentejano

» D1 : ca se précise...
Lun 11 Mai 2015 - 12:15 par Alentejano

» Classement '14-'15
Lun 23 Mar 2015 - 15:48 par Raf

» Festas do povo 2015
Lun 23 Fév 2015 - 15:17 par Raf

» Bosanci - SCC
Lun 10 Nov 2014 - 10:40 par Raf

» BELENESES
Mer 15 Oct 2014 - 11:08 par Raf

» Adresse match dimanche 28/9
Lun 29 Sep 2014 - 8:54 par Alentejano

» Adresse match dimanche 28/9
Mer 24 Sep 2014 - 10:41 par Alentejano

Qui est en ligne ?
Il y a en tout 1 utilisateur en ligne :: 0 Enregistré, 0 Invisible et 1 Invité

Aucun

Le record du nombre d'utilisateurs en ligne est de 18 le Mar 6 Oct 2015 - 22:20
Les posteurs les plus actifs de la semaine
Janvier 2018
LunMarMerJeuVenSamDim
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendrierCalendrier
Meilleurs posteurs
Raf
 
Wouepa
 
Cédric. F
 
23B_Krystel
 
Galgoman
 
Alentejano
 
Zezinho
 
Carlos
 
Paulo Silva
 
Dudu
 
Partenaires
forum gratuit
Tchat Blablaland
Marque-page social
Marque-page social digg  Marque-page social delicious  Marque-page social reddit  Marque-page social stumbleupon  Marque-page social slashdot  Marque-page social yahoo  Marque-page social google  Marque-page social blogmarks  Marque-page social live      

Conservez et partagez l'adresse de Campomaior Bxl sur votre site de social bookmarking

Conservez et partagez l'adresse de Campomaior Bxl sur votre site de social bookmarking
Liens/Links

www.users.skynet.be/FTF

 


Partagez | 
 

 En 2010 ???

Voir le sujet précédent Voir le sujet suivant Aller en bas 
AuteurMessage
Raf
Admin
Admin
avatar

Masculin
Nombre de messages : 7455
Age : 37
Localisation : 1030 Schaerbeek
Emploi : Caïd du Gsm
Loisirs : La Juventus, le foot, le mini-foot, DBZ ...
Points : 6382
Date d'inscription : 15/06/2007

MessageSujet: En 2010 ???   Mar 8 Sep 2009 - 15:37

Debate "Festas do Povo"


Hoje trago-vos mais um sítio que fala sobre as nossas Festas... quer dizer dois sítios. Muito idênticos no nome e no conteúdo! Bons sítios!


Recebi mail do amigo Rui a propor-me a visita ao http://www.cafeportugal.net, e de facto fiquei, por um lado surpreendido, pela positiva (ainda não o tinha descoberto), e por outro bastante contente pela forma como aborda o tema - Festas do Povo.

Inicia-se de forma perspicaz um debate muito pertinente para as gentes de Campo Maior - o futuro das Festas do Povo.







A meu ver, o futuro depende somente do povo e da sua vontade em continuar a realizá-las.

Na minha opinião, e no que respeita ao presente ano, quando me perguntavam se haveria Festas, o meu pensamento dizia que era dificil realizá-las, isto devido ao periodo que se aproxima. Não deveria ser assim, mas a conjuntura assim o ditou e dita.

Falo, pois claro, das eleições. Deveriam ser de união, para resolvermos os problemas da nossa Terra, mas, e pelo contrário, são motivo de discórdia, de antagonismos (o que não deixa de ser saudável em democracia, quando bem praticada, claro!!!), que geram conflitos e desavenças inutéis, que semeiam a desunião e a divisão do povo, principal mentor da tradição em causa, e que sem ele não existiria.


Quando falo em povo, incluo os mais jovens e os menos jovens. Sem a experiência dos menos jovens não haverá Festas, mas sem o vigor dos mais jovens é impossível realizá-las. É por isso que afirmo que todos são importantes na sua realização. E quando leio, e oiço dizer, que não há vontade de as realizar, logo surge a ideia que nunca mais serão realizadas, mas tudo não passa de descrença e desânimo pontual... porque quando se ouvem vozes a comunicar a vontade de as realizar, e que um dado número de ruas já estão inscritas, logo logo as pessoas da rua se juntam, falam entre si para auscutar a vontade de cada um, o que provoca aquela "água na boca", aquele frenesim emocional do "pró ano à Festas!"


Não acredito que os mais jovens não queiram trabalhar para as festas. E para que isso não aconteça, é necessário incutir-lhes o "bichinho" das Festas, é necessário levá-los a bom porto, isto quer dizer, é necessário darem-lhes uma tarefa, nem que seja só cortar arame!


No meu caso particular, e em relação às últimas Festas, confesso que não trabalhei para elas. No entanto, aquando da "enramação" da minha rua, fiquei muito contente e emocionado por ter colaborado com os meus vizinhos. Passamos a tarde, a noite e a madrugada a trabalhar, a rir, a confraternizar.


Posso afirmar que foi uma experiência indescritível e que gostaria de voltar a realizar. Todo aquele delírio, toda a aquela excitação de ver o "crescer" das rosas nos canteiros, é deveras interessante.


E no final de todo esse trabalho, olhar para a rua e vê-la engalanada é ter o sentimento de Missão cumprida, é sentirmo-nos reconfortantes, bastante!

E como diz o artista: Força na maionese pessoal!

Bem hajam!

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-**-*
Raf
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Raf
Admin
Admin
avatar

Masculin
Nombre de messages : 7455
Age : 37
Localisation : 1030 Schaerbeek
Emploi : Caïd du Gsm
Loisirs : La Juventus, le foot, le mini-foot, DBZ ...
Points : 6382
Date d'inscription : 15/06/2007

MessageSujet: Re: En 2010 ???   Mar 8 Sep 2009 - 15:40




dentro desta radio(grafia) (2)
Festas de Campo Maior- No ano que vem? Ainda são do Povo?
Mergulhamos a fundo nas Festas do Povo de Campo Maior. No palco de todos os...
ver mais

Campo Maior - Ouvir o canto de saias e aprender as flores de papel
O colorido das Festas do Povo de Campo Maior recria-se diariamente no Centro...
ver mais





Campo Maior - As Festas ainda são do Povo?


Para 2009 fica uma certeza: A vila raiana de Campo Maior, distrito de Portalegre, vai manter-se despida de flores.

Café Portugal | terça-feira, 14 de Julho de 2009

As «Festas do Povo» de Campo Maior, aquelas que nascem por vontade deste, mantêm-se somente como promessa, navegando a sua concretização em muitas dúvidas. Em 2004 a vila alentejana «oferecia» aos campomaiorenses a sua festa, assim como a «dava» ao milhão de visitantes rendidos à magia dos jardins de papel suspensos. Volvidos quatro anos, em 2008, a Festa não apareceu e tudo se manteve na suspeição de um 2009 com flores, o que não vai acontecer.

Fala-se, agora, de flores em 2010; assim como se fala recorrentemente na extinta Associação de Festas para qual se quer encontrar um novo rumo; como também se refere a anterior Comissão de Festas, modelo de organização dos anos 80 que parece deixar, entre algumas vozes, saudades. Por seu turno a actual autarquia fala em tempos difíceis para as festas, enquanto membros de elencos camarários anteriores apontam para um certo regresso às origens, com um modelo mais espontâneo de evento. Um caminho bem diferente daquele que é deixado por um dos membros da anterior Associação ao falar em profissionalização.

Nas ruas o povo lamenta a ausência das suas festas, lançando a sua concretização para um futuro difuso. Os mais velhos recordam as festas antigas e apontam à indiferença dos mais novos. Os jovens, sem negarem o valor das festas e eventual envolvimento, dizem-nas dos mais velhos.

O Café Portugal seguiu rumo ao Alentejo para perceber o que são hoje estas Festas ditas do povo, escutando os principais intervenientes, percebendo sensibilidades e possíveis caminhos.

Publicamos o primeiro capítulo, breve, de uma história que aprofundaremos ainda esta semana.

As incertezas do presente e o futuro das Festas tecido nas palavras de quem as vive:

João da Silva, habitante de Campo Maior

Aos 86 anos lamenta que as festas não se tenham realizado já. «Considera que as Festas são do Povo e que acontecem quando o povo quer, mas neste momento a juventude não liga e os mais velhos, como eu, já não são capazes».



Ana Golaio, Vereadora da Cultura no actual elenco camarário presidido por João Burrica

«É um ano muito difícil para festas. O tempo das festas é tempo de união e as eleições não provocam bem essa união».

«A grandiosidade das festas deu origem a uma associação até por causa da candidatura a quadros comunitários. Em 2004, a Associação mostrou as contas auditadas e estavam a saldo zero. Parte-se do princípio que está tudo pago».

«O trabalho [da Associação] é o de motivar, ir junto dos cabeças de rua saber a vontade de cada um. Depois colaborar e financiar».

«Penso que a tradição não se vai perder porque há jovens, com 20 e 30 anos, a fazer flores».

«Quanto à profissionalização das Festas, se formos para esse modelo, em minha opinião terá logo de mudar o nome, porque deixam de ser do povo. Se pagamos para que sejam feitas deixam de ser do povo».

José Carita, membro de Comissões de Festas em 1982 e 1985, época em que foi presidente da Câmara Municipal de Campo Maior Fernando Caraças

«Estou convencido que vai dar muito trabalho recuperar as festas. É uma questão de mentalidade».

«A comissão não existia juridicamente, era composta por um grupo de pessoas espontâneas que colaborava com a Câmara».

«Em 1982 a Comissão não tinha dinheiro nenhum, conseguimo-lo com os parques de estacionamento e com um sorteio que fizemos. Se bem me recordo sobrou dinheiro, que reverteu para as festas de 1985».

«O facto da Associação dar tudo às pessoas [refere-se ao papel para as flores, os arames, colas, entre outro material] a custo zero [como terá acontecido em 2004] é, para mim, cortar um pouco com aquilo que era a essência das festas. O empenhamento das pessoas quebrou-se».

«O futuro é um pouco incerto porque, agora, as pessoas podem esperar que tal como nas festas anteriores se lhes ofereça tudo».

«Uma boa parte da juventude interessa-se. Tem é de haver um pontapé de saída».

«As Festas são um bem cultural demasiadamente importante para se perder e nem é uma questão de turismo, porque aquilo é nosso».


José Mexia, habitante de Campo Maior

Na casa dos 20 anos José Mexia afirma que «os jovens não estão muito motivados para as festas, acham que é uma coisa dos mais velhos. Eles é que sabem montar as festas». Contudo, José Mexia admite que, «se houver alguém a puxar acredito que a juventude se alie e ajude a montar as festas. Este ano não vão haver festas, diz-se que para 2010 talvez haja. A Associação agora está morta”.


Júlia Galego, presidente da Assembleia-Geral da Associação das Festas do Povo

«Os últimos corpos sociais da associação datam de 2003. Alterámos os estatutos, foram modernizados e conseguimos o estatuto de utilidade pública. Em 2007 não ouve listas para a associação».

«Nas últimas festas, não só nas de 2004, como na anterior, já se caminhou um pouco para a profissionalização. Isto porque a associação teve de contratar pessoas para fazerem determinado trabalho que as ruas não eram capazes de fazer».

«Houve pessoas colocadas pelo fundo de desemprego e outras contratadas directamente pela associação para fazer tectos e alguns canteiros. Só assim foi possível ornamentar algumas ruas, porque apenas com os moradores não era possível ornamentá-las».

«Em Junho houve uma manifestação de um grupo de associados para se candidatarem aos corpos sociais. Neste momento está agendada para 24 de Julho a assembleia-geral que defina as regras para as novas eleições».

«A última direcção mandou, pela primeira vez, elaborar um estudo do impacto económico a nível regional. Ficámos espantados com o impacto que as festas têm. Badajoz, Elvas, até mesmo Portalegre beneficiam com as festas. É necessário que as entidades que beneficiam com as festas também contribuíam para a sua organização. Contudo, seria preciso organização para gerir esta realidade».


Paula Pilar, habitante de Campo Maior

«Antigamente era o ‘cabeça’ de rua que controlava os custos de montar a festa. Nos últimos anos já foi a Associação que fez isso».

«Em 2008 não houve festas porque quando se pensou nisso umas pessoas queriam fazer as festas e outras não. Aqui, ou querem todas, ou então não se fazem as festas».


José Carvalho, vereador da cultura do elenco camarário na década de 80

«Em 2004 as festas foram feitas com uma exuberância muito grande. Acredito que estas têm de ser feitas com a sua simplicidade e verdade. As festas são no fundo a vivência das ruas».

«Há receio por parte das pessoas pelo desconhecimento da situação a nível económico da Associação» [refere-se à falta de candidatos para os órgãos directivos da Associação das Festas do Povo].


João Batista Celestino, membro do Conselho fiscal da Associação das Festas do Povo

«As últimas festas custaram 400 mil euros. O dinheiro que tínhamos em caixa não chegou para as despesas na altura, mas neste momento está tudo pago, não se deve nada a ninguém».

«Em 2004, porém, houve um exagero na animação das festas. Isto porque houve muitos eventos com artistas de renome, onde ninguém pagou para assistir. Foi tudo pago pela associação, por isso chegámos aos 400 mil euros de despesa».

«A associação faz a iniciativa não para ganhar dinheiro mas para mostrar aos outros a beleza das festas do povo».


Francisco Galego, historiador e autor do livro «Festas do Povo das origens à actualidade»

«As pessoas faziam os ornamentos para a festa em regime de voluntariado. A cultura de vizinhança era ainda muito forte e importante para desenvolver as festas. Actualmente já não é assim. Ou nos adaptamos ou desaparecemos».

«As festas correm o risco de desaparecem caso não haja um impulso a nível do poder local e a nível de outros poderes. Antes eram feitas pela disponibilidade das pessoas, hoje têm de ser, também, um factor de desenvolvimento criando emprego, dando ocupação aos jovens, que então, iriam desempenhar um papel muito importante. Penso que a profissionalização é algo necessário para que as festas sobrevivam».


Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo

«As festas do povo são um grande cartaz turístico. Para ser um evento tem de ter alguma periodicidade. A iniciativa não pode morrer, mas tem de se reflectir sobre a sua atitude».

«Eventualmente não será possível fazer tantas ruas, talvez se deva diminuir. Por exemplo restringir apenas ao centro histórico para que possa constituir um cartaz turístico».


Por agora… apenas algumas opiniões. Para fazer crescer o apetite pelas “histórias” que aí vêm nos próximos dias.
Estamos apenas a lançar a discussão e temos curiosidade em saber como o universo dos blogues de Campo Maior vai reagir a este desafio. Prometemos estar atentos ao que for sendo escrito e trazer às páginas do Café Portugal os ecos desse debate.


*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-**-*
Raf
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Pedro 9
Soulier d'or
Soulier d'or
avatar

Masculin
Nombre de messages : 558
Age : 38
Localisation : BRUXELLES
Emploi : CONTRABANDISTA
Loisirs : CONTRABANDO
Points : 315
Date d'inscription : 26/09/2007

MessageSujet: Re: En 2010 ???   Mer 9 Sep 2009 - 23:12

Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Raf
Admin
Admin
avatar

Masculin
Nombre de messages : 7455
Age : 37
Localisation : 1030 Schaerbeek
Emploi : Caïd du Gsm
Loisirs : La Juventus, le foot, le mini-foot, DBZ ...
Points : 6382
Date d'inscription : 15/06/2007

MessageSujet: Re: En 2010 ???   Lun 11 Jan 2010 - 18:11

Campo Maior - Festas do Povo podem voltar em 2010


O ano de 2010 pode ficar marcado pelo regresso das Festas do Povo de Campo Maior, Alentejo. A autarquia revelou vontade de retomar a tradição, depois de cinco anos sem Festas. Estas, diz-se, acontecem quando o povo quer. A população parece já ter saudades.

Café Portugal |

O povo de Campo Maior, no Alentejo, «já tem saudades das Festas», confessa a vereadora da Cultura, Isabel Raminhas. A mesma responsável acrescenta: «e, se ele [povo] tem vontade, é um grande indicador de que têm de se promover».

Isabel Raminhas confirma, então, a disponibilidade da câmara municipal para realizar em 2010 as tradicionais Festas do Povo. «As festas são do povo. Logicamente que a autarquia só tem que ser aqui, juntamente com a associação de festas, uma grande alavanca para o arranque e promoção das Festas do Povo», acentua.

O principal promotor do evento é a Associação de Festas do Povo de Campo Maior, mas a entidade está actualmente sem direcção, depois de na última assembleia «nenhuma lista se ter candidatado à presidência», lamenta a vereadora da Cultura.

Isabel Raminhas integra o novo executivo da Câmara Municipal de Campo Maior, liderado pelo socialista Ricardo Pinheiro que, nas últimas eleições autárquicas, ganhou o município a João Burrica, que concorreu por um movimento independente.

As Festas do Povo de Campo Maior consistem na decoração das ruas da vila, sobretudo no centro histórico, com flores de papel e outros objectos em cartão e papel, feitos pelos habitantes de cada uma das artérias.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-**-*
Raf
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Wouepa
Ballon d'or
Ballon d'or
avatar

Masculin
Nombre de messages : 2514
Age : 44
Localisation : Bruxelles
Emploi : Emigrante
Loisirs : Trabalhar
Points : 2364
Date d'inscription : 17/07/2007

MessageSujet: Re: En 2010 ???   Lun 15 Mar 2010 - 14:34

Yo!


Selon mes sources, nous aurons bien droit au retour des "Festas do povo", mais en 2011!!!

Vous pouvez déjà réserver vos places!



*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-**-*
O Alentejo é uma nação!
Woueeeeeeeeeeeeeeeepa!!!
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur http://www.superdebile.com
Raf
Admin
Admin
avatar

Masculin
Nombre de messages : 7455
Age : 37
Localisation : 1030 Schaerbeek
Emploi : Caïd du Gsm
Loisirs : La Juventus, le foot, le mini-foot, DBZ ...
Points : 6382
Date d'inscription : 15/06/2007

MessageSujet: Re: En 2010 ???   Lun 15 Mar 2010 - 19:49

Haaaaaaaaaaa en voici une bonnes nvlles !!!!

Génial....

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-**-*
Raf
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Contenu sponsorisé




MessageSujet: Re: En 2010 ???   

Revenir en haut Aller en bas
 
En 2010 ???
Voir le sujet précédent Voir le sujet suivant Revenir en haut 
Page 1 sur 1
 Sujets similaires
-
» [SD][Build] Bangsters V1.5 [10.10.2010]
» Tarifs Panerai Juillet 2010
» Ldoll Festival à Lyon le 9 et 10 octobre 2010
» Tasses froissées collector Mc Do - Août 2010
» commemoration Ligny 2010

Permission de ce forum:Vous ne pouvez pas répondre aux sujets dans ce forum
Campomaior Bxl :: Campo Maior :: As festas-
Sauter vers: