Campomaior Bxl

Campomaior Bxl


 
AccueilAccueil  CalendrierCalendrier  GalerieGalerie  FAQFAQ  RechercherRechercher  S'enregistrerS'enregistrer  MembresMembres  GroupesGroupes  ConnexionConnexion  
Scc Mini :
4/09/2015 2000 MOLE TAC TIC MOLENB CAMPOMAIOR BXL
SCC Senior : 06/09-15h- Matkopen - SCC
Derniers sujets
» Saison '15-'16
Lun 14 Sep 2015 - 20:41 par Raf

» D1 : ca se précise...
Lun 11 Mai 2015 - 14:15 par Alentejano

» D1 : ca se précise...
Lun 11 Mai 2015 - 12:15 par Alentejano

» Classement '14-'15
Lun 23 Mar 2015 - 15:48 par Raf

» Festas do povo 2015
Lun 23 Fév 2015 - 15:17 par Raf

» Bosanci - SCC
Lun 10 Nov 2014 - 10:40 par Raf

» BELENESES
Mer 15 Oct 2014 - 11:08 par Raf

» Adresse match dimanche 28/9
Lun 29 Sep 2014 - 8:54 par Alentejano

» Adresse match dimanche 28/9
Mer 24 Sep 2014 - 10:41 par Alentejano

Qui est en ligne ?
Il y a en tout 1 utilisateur en ligne :: 0 Enregistré, 0 Invisible et 1 Invité

Aucun

Le record du nombre d'utilisateurs en ligne est de 18 le Mar 6 Oct 2015 - 22:20
Les posteurs les plus actifs de la semaine
Juillet 2018
LunMarMerJeuVenSamDim
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     
CalendrierCalendrier
Meilleurs posteurs
Raf
 
Wouepa
 
Cédric. F
 
23B_Krystel
 
Galgoman
 
Alentejano
 
Zezinho
 
Carlos
 
Paulo Silva
 
Dudu
 
Partenaires
forum gratuit
Tchat Blablaland
Marque-page social
Marque-page social digg  Marque-page social delicious  Marque-page social reddit  Marque-page social stumbleupon  Marque-page social slashdot  Marque-page social yahoo  Marque-page social google  Marque-page social blogmarks  Marque-page social live      

Conservez et partagez l'adresse de Campomaior Bxl sur votre site de social bookmarking

Conservez et partagez l'adresse de Campomaior Bxl sur votre site de social bookmarking
Liens/Links

www.users.skynet.be/FTF

 


Partagez | 
 

 cultute generale

Aller en bas 
AuteurMessage
Carlos
Fifa World Player
Fifa World Player
avatar

Masculin
Nombre de messages : 1003
Age : 46
Localisation : surtout pas em Alvalade
Emploi : critiqueur du sporting
Loisirs : anti-sporting
Points : 106
Date d'inscription : 22/09/2007

MessageSujet: cultute generale   Dim 27 Jan 2008 - 13:20

Campo Maior (Portugal)


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Ir

População do concelho de Campo Maior (1801 – 2004)
180118491900193019601981199120012004
497544166050823498878549853583878359

História


Certamente foi uma povoação Romana, dominada por Mouros durante meio milénio e reconquistada por cavaleiros cristãos da família Pérez de Badajoz em 1219, que posteriormente ofereceram a aldeia, pertencente ao concelho de Badajoz, à Igreja de Santa Maria do Castelo.
Em 31 de Maio de 1255, D. Afonso X de Leão e Castela, elevou-a a Vila.
O Senhor da Vila, o Bispo D. Frei Pedro Pérez concedeu, em 1260, o primeiro foral aos seus moradores assim como o seguinte brasão de armas: N. Sr.ª com um cordeiro, e a legenda “Sigillum Capituli Pacensis”.
Em 31 de Maio de 1297, através do Tratado de Alcanizes assinado em Castela por D. Fernando IV, rei de Leão e Castela e D. Dinis, passa a fazer parte de Portugal, juntamente com Olivença e Ouguela.
Campo Maior vai pertencer sucessivamente a D. Branca, irmã de D. Dinis, em 1301 ; a D. Afonso Sanches, filho ilegítimo do mesmo rei, em 1312; e novamente a D. Dinis em 1318.
O seu castelo que se ergue a leste da vila foi reedificado por D. Dinis em 1310, e foi no século XVII e XVIII que se levantaram fortificações tornando Campo Maior numa importante praça forte de Portugal.
Como reflexo da influência castelhana em Campo Maior, durante a Revolução de 1383-85, a guarnição militar e os habitantes da vila colocam-se ao lado do rei de Castela, tornando-se necessário que o Rei João I de Portugal e D. Nuno Álvares Pereira se deslocassem propositadamente ao Alentejo com os seus exércitos para a cercarem durante mais de um mês e meio, tendo a ocupado pela força em fins de 1388. D. João II deu-lhe novo brasão: um escudo branco, tendo as armas de Portugal de um lado, e de outro S. João Baptista, patrono da vila.
Em 1512, o rei D. Manuel I concedeu o Foral Novo à vila de Campo Maior.
Desde os fins do século XV, muitos dos perseguidos pela Inquisição em Castela refugiaram-se em Portugal, tendo a população de Campo Maior aumentado substancialmente à custa da fixação de residência de muitos desses foragidos.
A comunidade judaica ou rotulada como tal era tão numerosa na vila no século XVI que nas listas dos apresentados em Autos de fé realizados em Évora pela Inquisição, Campo Maior aparece entre as terras do Alentejo com maior número de acusados de judaísmo.
A guerra com Castela a partir de 1640 vai produzir as primeiras grandes transformações. A necessidade de fortificar a vila que durante os três últimos séculos se desenvolvera acentuadamente para fora da cerca medieval, a urgência em construir uma nova cintura amuralhada para defesa dos moradores da vila nova dos ataques dos exércitos castelhanos, vai obrigar o rei a enviar quantias avultadas em dinheiro, engenheiros militares, operários especializados e empregar um numeroso contingente de pessoal não qualificado. Os contingentes militares são então numerosos. Calcula-se que na segunda metade do século XVII, em cada quatro pessoas residentes na vila, uma era militar. Campo Maior foi, durante algum tempo quartel principal das tropas mercenárias holandesas destacadas para o Alentejo. A vila torna-se naquele tempo o mais importante centro militar do Alentejo, depois de Elvas.
Em 1712, o Castelo de Campo Maior vê-se cercado por um grande exército espanhol comandado pelo Marquês de Bay, o qual durante 36 dias lança sobre a vila toneladas de bombas e metralha, tendo conseguido abrir uma brecha num dos baluartes; o invasor ao pretender entrar por aí, sofreu pesadas baixas que o obrigaram a levantar o cerco.
No dia 16 de Setembro de 1732, pelas três da manhã, desencadeia uma violenta trovoada, o paiol, contendo 6000 arrobas de pólvora e 5000 munições, situado na torre grande do castelo é atingido por um raio, desencadeando de imediato uma violenta explosão e um incêndio que arrastou consigo cerca de dois terços da população.
D. João V determina a rápida reconstrução do castelo. A vila vai erguer-se lentamente das ruínas e aos poucos refazer-se para voltar a ocupar o lugar de primeira linha nos momentos de guerra e de local de trocas comerciais e relacionamento pacífico com os povos vizinhos de Espanha, nos tempos de paz.
No século XVIII termina a construção das actuais Igrejas da Misericórdia e da Matriz, e lança-se a primeira pedra para a fundação da Igreja de S. João. A vila que até então só tivera uma freguesia urbana é dividida nas duas actuais, Nossa Senhora da Expectação e São João Baptista, em 1766.
Os primeiros anos do século XIX são em Campo Maior de grande agitação. Um cerco, em 1801, pelos espanhóis e uma revolução local, em 1808, contra os franceses que então invadiram Portugal o comprovam.
A sublevação campomaiorense contra a ocupação napoleónica vai sair vitoriosa devido ao apoio do exército de Badajoz que permanece na vila durante cerca de três anos.
Em 1811 surge uma nova invasão francesa que fez um cerco cerrado durante um mês à vila, obrigando-a a capitular. Mas a sua resistência foi tal que deu tempo a que chegassem os reforços luso-britânicos sob o comando de Beresford, que põe os franceses em debandada, tendo então a vila ganho o título de Vila Leal e Valorosa, título este presente no actual brasão da vila.
As lutas entre liberais e absolutistas em Campo Maior são também acontecimentos assinaláveis.
Em 1836, foi extinto o vizinho concelho de Ouguela, tendo esta vila sido agregada à de Campo Maior.
O cólera matou, em 1865, durante cerca de dois meses e meio, uma média de duas pessoas por dia.
Em 1867, tentam extinguir Campo Maior como sede de concelho, anexando-o ao concelho de Elvas. Tal decisão provoca um levantamento colectivo da povoação, que em 13 de Dezembro, entra numa verdadeira greve geral.
O concelho é definitivamente acrescido da sua única freguesia rural, em 1926Nossa Senhora da Graça dos Degolados.
Só em 1941, porém, o concelho adquire a seu actual divisão em três freguesias, com a anexação da freguesia de Ouguela à de São João Baptista, dado o grande declínio populacional da primeira.
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
 
cultute generale
Revenir en haut 
Page 1 sur 1
 Sujets similaires
-
» Collection n°5 : Skualman
» Présentation
» Avis de marché - Conseil Général de l'Essonne (91) - Conservation préventive, restauration et gestion de la collection du Fond départemental d'art contemporain de l'Essonne
» UMOJA WETU : Une farce !
» ASSEMBLEE GENERALE 2011

Permission de ce forum:Vous ne pouvez pas répondre aux sujets dans ce forum
Campomaior Bxl :: Campo Maior :: A vila / Le village-
Sauter vers: